Qual é a estrutura básica para empreender?

As franquias de serviços para mulheres empreendedoras
outubro 23, 2017
Por que os profissionais bem-sucedidos tendem a abrir negócios?
novembro 6, 2017

Você sabe qual é a estrutura básica para empreender? Muitos empreendedores acham que é necessário alugar uma sala comercial, contratar funcionários e criar uma grande estrutura para que uma empresa consiga desempenhar as suas atividades.

Entretanto, essa é uma ideia limitada sobre a estrutura básica para empreender. Apesar de muitas atividades se beneficiarem de grandes salas centrais e bem localizadas, outros segmentos conseguem operar tranquilamente com uma estrutura mais enxuta.

As franquias de prestação de serviço são um ótimo exemplo de empresas que requerem uma estrutura modesta para que consigam atender o cliente com qualidade. E a popularização da internet torna esses negócios ainda mais eficientes – afinal, é possível realizar todas as atividades de forma digital.

Neste artigo veremos qual é a estrutura básica para empreender. Confira!

Infraestrutura enxuta e funcional

Imagine que você abra uma franquia que presta o serviço de consultoria empresarial. Qual seria a infraestrutura necessária? Alugar uma sala comercial ou criar um ambiente para atendimento de clientes seria apenas um gasto desnecessário, pois você pode realizar todos os atendimentos através da internet ou fazendo visitas às empresas.

Por essa razão a estrutura básica para empreender precisa incluir apenas uma infraestrutura enxuta e funcional, com tudo o que você precisa para exercer as atividades. Nesse caso, você precisa de um computador com acesso à internet e um ambiente em que possa trabalhar confortavelmente – que pode ser a sua casa ou um espaço de coworking.

Trabalho sozinho

A contratação de uma grande equipe de funcionários também não é um requisito para a estrutura básica para empreender. Se você consegue dar conta de toda a demanda sozinho, por que assumir todos os custos envolvidos na contratação de funcionários?

Conforme a atividade desenvolvida pela sua empresa, você tem condições de assumir todas as tarefas por conta própria. Quando não existe a necessidade de ficar à disposição para atender os clientes presencialmente – como acontece em um comércio, por exemplo – você pode organizar o seu tempo para que todos os aspectos empresariais recebam atenção.

Estrutura de uma franquia de consultoria

Um ótimo exemplo de empreendimento que opera com uma estrutura bastante enxuta é uma franquia de consultoria – como a ERA. As atividades desenvolvidas pelas franquias desse segmento não requerem muitos investimentos com infraestrutura, diminuindo os custos para sua abertura.

O principal ativo dessas empresas não é a estrutura física montada, e sim o conhecimento que o empreendedor possui sobre gestão empresarial. Por essa razão as franquias de consultoria são uma escolha comum entre os profissionais que trilharam uma carreira de sucesso no mundo corporativo e desejam empreender.

A dinâmica da prestação de serviço de consultoria é bem simples: o empreendedor recebe a demanda do cliente e segue um plano de ação para otimizar os custos e aumentar o lucro daquele negócio. Conforme já vimos anteriormente, isso tudo pode ser feito apenas com um computador ou laptop com conexão com a internet.

A importância de conhecer a atividade

Quando falamos sobre a estrutura básica para empreender, o importante é conhecer a atividade desenvolvida pela empresa. Alguns segmentos requerem um grande investimento com estrutura – como um comércio de alimentos ou uma indústria. Por outro lado, existem as atividades como franquias de consultoria que possibilitam o início das atividades sem um grande investimento inicial com estrutura.

Você já conhecia qual é a estrutura básica para empreender? Gostou das possibilidades oferecidas pelas franquias de consultoria? Então venha conhecer mais sobre a ERA!

Quero ser um franqueado