Pontos de atenção para quem quer ter um negócio próprio

abrir uma franquia
Por que não usar a sua experiência para abrir uma franquia?
agosto 10, 2017
Consultor ensina como identificar os vilões de gastos nas empresas
Consultor ensina como identificar vilões de gastos nas empresas.
agosto 21, 2017
ter um negócio próprio

Ter um negócio próprio é o sonho de muitos brasileiros, e as motivações para isso podem variar bastante: liberdade, independência financeira, aproveitamento de uma boa oportunidade de negócio, o ideal de mudar o mundo ou a realização de um sonho. Qualquer que seja o objetivo por trás de um novo empreendimento, é preciso ter muito cuidado.

Engana-se quem pensa que ter um negócio próprio se limita a comprar um produto e revendê-lo por um valor maior. É necessário dar atenção a uma série de fatores essenciais na gestão de uma empresa para que ela consiga crescer e fazer sucesso. Afinal, o seu objetivo deve ser sempre a evolução, não é mesmo?

A taxa de empresas que não sobrevivem aos primeiros cinco anos de atividade ultrapassa os 50%. Certamente, você não quer fazer parte dela, certo? Por essa razão, listamos os principais pontos de atenção para quem pretende ter um negócio próprio!

#1 Saiba o que você quer

A decisão pela abertura de um negócio próprio é muito importante e delicada. É preciso ter em mente de que você trabalhará com aquela atividade todos os dias ao longo de muitos anos. Portanto, procure se questionar o que você realmente quer. É fundamental que a decisão não seja simplesmente por questões financeiras – até porque é muito provável que você leve vários meses para obter bons resultados.

Felizmente, há um grande leque de opções para quem pensa em empreender, e existem atividades nas mais diversas áreas de atuação e com horários e compromissos diferentes. Um restaurante, uma loja de artesanatos e uma prestadora de serviços de consultoria empresarial possuem características bem diferentes, por exemplo. Além disso, existe a possibilidade de optar pela abertura de uma franquia, que permite que você não precise começar tudo do zero.

#2 Ter um negócio próprio deve ser rentável

É claro que a atividade da sua empresa deve ser executada com paixão, mas não é somente isso que tornará o crescimento do negócio possível. Por mais prazerosa que seja a rotina do seu negócio, o lucro é essencial. Muitos empreendedores trabalham durante anos com uma empresa que dá prejuízo, mas não é isso que você quer, certo?

#3 Seja diferente

O mercado está repleto de empresas, e, a cada dia que passa, surgem novos empreendimentos tentando atrair a atenção do público. Em um cenário como esse, ser diferente dos demais se torna essencial para fazer sucesso – essa é a melhor forma de ser notado pelos clientes e conseguir fechar boas vendas.

#4 Prepare-se para o pior (e para o melhor)

Novas empresas demoram a atingir bons resultados. Por conta disso, muitos empreendedores realizam o desejo de ter um negócio próprio e, depois de apenas alguns meses, fecham as portas decepcionados com os resultados. A lógica é bem simples: você precisará de algum tempo para criar uma carteira de clientes fieis e ajustar alguns detalhes nas operações.

Isso quer dizer que é preciso estar preparado para um cenário de prejuízo nos primeiros meses, até que o negócio engrene, por outro lado, estar preparado para o melhor também é importante. Se você fizer um grande sucesso nas vendas logo no primeiro mês, sabe como investirá o dinheiro?

#5 Estude o ambiente externo

Cada detalhe da sua empresa é de grande importância, mas não se esqueça de dar atenção ao ambiente externo, também. Estude os seus principais concorrentes, encontre os melhores fornecedores para viabilizar a sua atividade econômica e trace o perfil dos seus clientes. Dessa forma, você poderá tirar o máximo das interações externas para desenvolver o seu negócio próprio.

#6 Dê atenção a todas as áreas da sua empresa

Falamos, logo no início, que uma empresa não se resume apenas à compra e venda de produtos, certo? Esse entendimento é vital para o sucesso de quem quer ter um negócio próprio.

Todas as áreas merecem atenção: finanças, estoques, gestão de pessoas, marketing, atendimento ao público, processos internos, compras, vendas, entre outras.

#7 Tenha visão de futuro

Nada acontece por acaso. É o bom planejamento visando o futuro o grande responsável pelo crescimento de uma empresa. Portanto, esteja sempre pensando em como o seu negócio próprio pode evoluir e apresentar resultados ainda melhores nos próximos períodos. São essas metas que servirão de motivação para que o desenvolvimento da empresa se concretize.

Quero ser um franqueado