9 perguntas antes de abrir uma franquia a serem feitas

Dicas para abrir uma franquia de consultoria
julho 20, 2017

Abrir um negócio próprio é o sonho de muitas pessoas, e quando é possível juntar capital o suficiente para empreender, chega o momento de buscar pelos melhores investimentos, não é mesmo?

Uma ótima ideia é apostar nas franquias – que são uma opção mais segura para quem quer empreender, pois o negócio já inicia com a credibilidade de uma marca conhecida no mercado, além de contar com o suporte do franqueador.

Mas a decisão de se tornar um franqueado não pode ser feita de forma impensada. No artigo de hoje, listamos 9 perguntas antes de abrir uma franquia que devem ser respondidas pelo empreendedor. Acompanhe.

1. Com quais ramos de atuação tenho mais afinidade para abrir uma franquia?

Você ouve falarem super bem a respeito de uma nova franquia no ramo de pet shop, que pode gerar ótimos resultados, por exemplo, porém, nunca teve um animal de estimação, não possui a menor afinidade com os pets e, para completar, é alérgico a gatos. Será que essa franquia vale mesmo a pena?

É importante procurar por oportunidades nos ramos de atuação que você possui afinidade, já que a ideia é trabalhar com essa atividade durante um bom tempo – isso sem contar que, gostando daquilo que se faz, as chances de melhores resultados aumentam.

Caso você ainda não se sinta preparado, consulte o site da associação brasileira de franchising (ABF) e levante mais informações sobre a franquia que você está escolhendo, e veja qual o melhor modelo de negócios para você.  Lembrando que se você optar pelo modelo de loja física, você terá que escolher muito bem o ponto comercial, ele será decisivo para o seu sucesso, no caso do modelo de franquia home based, os investimentos serão menores.

2. Quanto tenho disponível para investir?

Essa é uma das perguntas antes de abrir uma franquia que precisam de dados exatos. A quantia de capital que você tem disponível para investir na abertura do seu negócio é um fator importante para guiar a sua escolha – e o investimento necessário para a abertura de uma franquia pode variar dependendo do ramo escolhido ( a partir de R$ 5 mil a 800 mil reais ), certifiques-se se você tem o investimento total para abrir a franquia e sempre tenha uma reserva disponível para imprevistos.

3. Qual é o tempo de retorno do investimento que espero obter?

Outro fator que pode variar muito entre uma franquia e outra é o tempo de retorno. Em investimentos menores, você pode obter resultados em até 12 meses, porém, as franquias que requerem um alto investimento inicial podem ter um prazo de retorno em cerca até 60 meses ou mais, além de uma taxa de franquia maior.

4. Qual é o faturamento e a margem de lucro das franquias estudadas?

Todos os empreendedores que abrem um negócio têm um objetivo em comum: o lucro. Portanto é sempre uma boa ideia investigar qual é o faturamento médio e a margem de lucro obtida pela franquia para fazer a escolha certa.

5. O perfil da franqueadora está alinhado com o meu?

As empresas franqueadoras buscam empreendedores com um perfil alinhado às suas características. Por isso, antes de escolher uma, é preciso responder essa, que é uma das essenciais perguntas antes de abrir uma franquia.

Para tanto, faça uma análise das suas competências para ver se estão de acordo com o esperado – afinal de contas, você trabalhará por anos com esse negócio, análise se você prefere trabalhar com consultoria, produtos e serviços.

6. Como pode ser avaliada a projeção da marca no mercado?

Uma das grandes vantagens de optar por uma franquia é contar com a credibilidade de uma marca que já está no mercado. Mas você sabe qual é a reputação da empresa que você está interessado? É preciso se questionar e responder a essa pergunta antes de abrir uma franquia.

Estude qual é a projeção daquela marca no mercado, o tamanho da sua carteira de clientes, a visibilidade que possui no seu ramo de atuação e, também, o retorno que as demais franqueadas estão obtendo, você pode ser basear pelo número de unidades da redes de franquias que você está analisando. Outro ponto e conversar com franqueado atuais e saber o rendimento médio mensal de cada unidade, isso vária muito de localidade da loja.

7. A franqueadora oferece suporte?

Busque saber qual é o suporte oferecido pela franqueadora às suas franqueadas. Como são resolvidos eventuais problemas? Qual é a estrutura de apoio que você receberá? A última coisa que você deseja é ser deixado na mão quando precisa de ajuda, não é mesmo? Portanto, corra atrás das respostas dessas perguntas antes de abrir uma franquia.

8. Quais são as regras do contrato?

O tempo de duração do contrato, a estipulação de desempenho a ser alcançado e as condições para renovação devem ser estudados com muito cuidado. Entender os seus direitos e as suas responsabilidades é essencial para uma boa parceria.

9. Como funciona o treinamento para um novo franqueado?

Questione sobre o treinamento que você receberá caso seja um novo franqueado. Como funciona esse treinamento? Qual é o seu tempo de duração? O que você aprenderá? Isso tudo é importante para ter condições de levar o seu negócio ao sucesso.

Quero ser um franqueado